ssocial.hemose@fsph.se.gov.br | ouvidoria.fsph@fsph.se.gov.br +55 79 3225-8037 / 3234-6010

Palestra sobre reforma previdenciária reúne colaboradores

Uma palestra nesta terça-feira, 10, com o tema, ‘A reforma previdenciária: Aspectos jurídicos, trâmite, cálculos e regras de benefícios’, reuniu colaboradores estatutários, celetistas e terceirizados do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose). A atividade educativa encerrou o estágio institucional realizado junto às gerências de Captação de Doadores e Coleta da unidade, em parceria com o Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Sergipe (UFS).

Na ocasião, o advogado Mikhail Rutherford fez um paralelo histórico das origens da previdência social. Ela falou também da situação atual do Brasil, com base na lei em vigor e as mudanças através da reforma previdenciária sugerida pelo Governo Federal. “Essa é uma questão que divide muitas opiniões, entretanto, o novo projeto da previdência já foi aprovado na Câmara dos Deputados e, agora está no Senado, onde passará por votações, até aprovação e sanção presidencial”, explicou.

Durante a palestra, Rutherford pontuou algumas mudanças, a exemplo do tempo de contribuição para ter acesso à aposentadoria. No caso dos homens que trabalham no regime da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) no regime atual, pode adquirir a aposentadoria com 65 anos de idade e 30 anos de contribuição. “O novo projeto prevê uma alteração no tempo de contribuição para os homens que passará de 30 para 40 anos de contribuição”, ressaltou o advogado ao informar. “Quem está próximo de se aposentar seguirá o regime atual já que tem os direitos garantidos”, comunicou.

No auditório da unidade funcionários de dois regimes de trabalho estatutário e celetistas, aproveitaram para tirar dúvidas, sobre tempo mínimo de contribuição, idade para aposentadoria, dentre outras questões. A técnica de enfermagem, Rosania Dias Vieira, considerou a palestra esclarecedora. “Para mim foi muito bom esse momento, tiramos dúvidas sobre o nosso futuro trabalhista, principalmente os profissionais que têm dois vínculos trabalhistas”, comentou.

Trabalho

Para Everton Ribeiro dos Santos, estagiário do 9º período de psicologia, a aplicação do Programa de Preparação para a Aposentadoria (PPA) durante o estágio institucional no Hemocentro de Sergipe, proporcionou experiências positivas. “Esse período que estive aqui na unidade foi bastante produtivo em função das atividades desenvolvidas como, palestras e orientações aos funcionários. Hoje encerro meu estágio com um debate atual, a Reforma da Previdenciária no Brasil. Foi muito proveitoso para todos”, conclui Santos.

 

 

 

 

 

Rosangela Cruz Lima